Lua Negra                                                     

 

           "Se você não vem falar comigo por que estou vestido de preto, então valeu a pena"              

 
  30/12/03

Para cima
Goticismo
Espiritismo
Wicca
Satanismo
Vampirismo
Textos
Poemas
Contos
Imagens
Kem sou?
GuestBook

"O sol está brilhando através das minhas mãos pode te queimar, pode te cegar quando foge dos punhos... Ele cai ardente em seu rosto ele cai dolorosamente em seu peito o equilíbrio é perdido...  Ele te deixa ir duramente ao chão e o mundo conta alto até dez."

Goticismo é uma subcultura, estilo e maneira de pensar. Isso parece bem pretensioso, mas é outra faceta do Goticismo. Umas das principais coisas da cultura gótica é a apreciação pela dicotomia da vida, o contraste entre a luz e o escuro, o bem e o mal, coisas das quais uma não poderia existir sem a outra, e os valores tradicionais de julgamento ligados a estes opostos não são necessariamente verdadeiros.

 Os Góticos tem uma tendência de ter um senso de humor perverso e negro, um amor à história, literatura e musica. Tentar colocar os góticos em "tipos de pessoas" seria impossível. Os interesses, estilos e suas atividades são as mais diversas possíveis. As vezes, as roupas podem ser uma dica, mas não sempre. Apenas procure por algum sinal de escuridão - este é o fator mais confiável.

 A subcultura gótica frequentemente envolve a cena musical, mas pessoas leigas os confudem com punks (pode acreditar). Muitas bandas góticas clássicas, como Siouxsie and the Banshees e Damned foram originalmente consideradas punks. A música não é a única arte dos góticos. Todos os tipos de manifestação artística por parte de góticos é sempre bem vinda e encorajada.

 Muito da cultura gótica é superficial, artificial e pretensioso, e isso não é ajudado pelo fato de muitas pessoas que se consideram "góticos de verdade" repudiam os que eles consideram "posers". Alguns dos jovens que agora se consideram "góticos" sair do Goticismo e ir para outras coisas. Outros não. Outros ainda continuarão, mas se sentindo estranhos na cultura "normal", e irão se redescobrir quando encontrarem algo que os lembre da cultura e do pensamento gótico.

 Mas também existe uma grande parte desta cultura que é rica e pensadora. Os góticos lêem coisas como Dante, Byron, e Tolstoy - não porque eles "devem" ler, mas porque eles querem ler. Também costumam assistir filmes mudos de expressionistas alemães e relatar detalhes como outras pessoas poderiam falar dos filmes de Hollywood. Os góticos normalmente tem discussões espirituosas sobre a evolução da religião e seu lugar na sociedade moderna.

 Ser gótico é, no fim, uma forma de tribalismo, uma maneira de pessoas que tem interesses parecidos se encontrarem e terem um lugar a qual pertencer. Como a maioria das tribos, os góticos sempre tentam manter fora quem não faz parte desta tribo (os muito pretensiosos e os posers). Mas também pode ser uma tribo muito boa e confortável para aqueles que se encaixam, e cheia de paciência e entusiasmo para aguentar as pessoas que tentam descobrir o que os góticos querem. Os góticos irão continuar mantendo fora os que não pertencem a seu meio, e aqueles que estão interessados em os explorar por causa do visual diferente e por terem interesses fora do padrão adotado pela sociedade mas eles também tentarão se proteger. Para alguém que não acha que eles se encaixam no padrão adotado pela sociedade, conhecer mais sobre o Goticismo pode ser muito prazeroso.
 

Os góticos não são muito diferentes de qualquer outra subcultura

 

 

Os góticos tem um visual diferente. Eles gostam de coisas que a maioria das pessoas acham questionáveis, desprezíveis ou até complicadas. Eles não se encaixam como pessoas "normais", como eles mesmos dizem. Consequentemente, várias coisas são ditas e estereótipos são criados sobre góticos, os quais na maioria são falsos.
 

 

  • Não são todos satanistas.

     

  • Não pensam que são vampiros.
     

  • Não são perigosos ou violentos.
     

  • Não são obcecados pela morte e por matar.

     

  • Nem todos usam drogas.

     

  • Nem todos os góticos do sexo masculino são gays.

     

  • Nem todas as góticas do sexo feminino são hetero.

     

  • Os góticos tem empregos ou vão a escola, pagam impostos, criam famílias, possuem carros e casas, e são tão produtivos quanto qualquer outra pessoa, se não forem mais.

     

  • Todos tem tendência a algum tipo de arte, mas nem todos são músicos, pintores pretensiosos ou artistas de histórias em quadrinhos assustadoras. Alguns fazem isso, claro, mas outros costuram, fazem jóias, escrevem de novelas a resumos, cozinham, esculpem, tiram fotos, fazem jardinagem, dançam, fazem filmes, fazem jogos, ou ainda escolhe entre centenas de coisas criativas para se fazer.

     

  • Não estão interessados em aterrorizar pessoas (na maioria do tempo), roubar seu dinheiro, corromper suas crianças, ou fazer qualquer outra coisa além de viver da maneira que escolheu.


  •  

     

     

     

    .::....O Manifesto Gótico....::.



    Em princípio cabe-nos esclarecer que o movimento gótico não tem nada de "contracultura", pelo contrário, é um movimento que se sustenta numa plataforma de conhecimentos extremamente ampla.

    Não basta vestir uma roupa preta e se dizer gótico, é necessário entender o que significa gótico e, neste sentido, não é possível entender o gótico sem conhecimentos sobre História, Literatura, Cinema, Música, Sociologia, Música, etc.

    Os góticos não são adeptos do consumismo ingênuo, mas são pessoas sofisticadas e elegantes, possuem senso crítico e um visual totalmente produzido.

    Góticos são seres sociáveis que escolhem seus amigos pelo que eles são e não por aquilo que eles possuem; não medem as pessoas dos pés à cabeça antes de se aproximarem para fazer novas amizades.

    Os góticos não pretendem transformar a sociedade ou destruí-la com bombas, não estão satisfeitos com a ordem social estabelecida, mas querem seu espaço no contexto.

    Os góticos odeiam qualquer forma de discriminação, aceitam as diferenças individuais com naturalidade e recebem bem todos que se aproximam, independentemente de seus valores, crenças, situação econômica ou orientação sexual.

    O movimento gótico caracteriza-se como um movimento de inclusão social e não de exclusão, se você sofre problemas com seu grupo de referência, conheça uma tribo gótica e faça uma comparação. Não fique surpreso se você for muito bem recebido, afinal, você estará em contato com pessoas pluralistas, inteligentes e de mente aberta.

    Góticos não veneram satã ou cultuam o mal, mas não se engane, não é uma boa política ter inimigos góticos.

    Os góticos conhecem segredos de magia, quando você menos espera, pode acabar passado mal e sequer vai conseguir entender o porquê.

    Os góticos não acreditam na violência e detestam os ignorantes e idiotas que vivem destruindo o patrimônio público.

    As festas góticas acontecem em locais simples, góticos não precisam de luxo para sentirem-se felizes, todavia, ressalta-se que uma festa gótica é muito mais sofisticada do que qualquer outro evento, contemplando performances, desfiles de moda, exposições de arte, música ao vivo, grupos de RPG, etc.

    Os góticos não moram nos túmulos dos cemitérios ou nos porões das Igrejas da Cidade, apenas são fascinados pela arte, pela paz e pela beleza arquitetônica desses lugares.

    No dia-a-dia os góticos são como as outras pessoas, trabalham estudam e lutam por uma sociedade mais justa e condições melhores de vida.

    Você não precisa ser iniciado num ritual de magia negra, se transformar em vampiro ou beber sangue de animais para fazer amizade com os góticos.

    e você é baixo ou alto, magro ou gordo, feio ou bonito, fechado ou extrovertido, pobre ou rico, hetero ou homossexual ou se simplesmente está com o saco cheio do seu atual ciclo de amizades, permita-se conhecer o movimento gótico.

    Seja você quem for, entre os góticos você será respeitado e tratado como um ser humano
    de verdade e, com certeza, você vivenciará fortes emoções junto de uma galera muito louca.